sábado, fevereiro 07, 2009

Pecadora


É o toque das tuas mãos
Que procuro entre os lençóis de cetim
Iluminados pelo brilho da lua
Que me espreita secretamente...

Incendeio-me nos pensamentos
Que me invadem
E, pecadora que sou, vagueio
Na imensidão do sonho
Onde me esperas
Nu, voraz, secreto
E meu...

As nossas línguas unem-se
E a poesia adorna-nos
Em sílabas orgásticas
Que tomam conta do nosso corpo
Que se une
Mais uma vez...

Vera Sousa Silva
Enviar um comentário