sexta-feira, dezembro 18, 2009

Um texto de Carlos Teixeira Luís, sobre o meu livro





Um texto de Carlos Teixeira Luís, que podem conhecer melhor nestes blogs:

http://verderude.blogspot.com
http://estoriasdodeserto.blogspot.com

e que hoje partilho aqui.
O Carlos deu-me a grande honra de apresentar o meu novo livro de contos "Traços do Destino", no passado dia 28 de Novembro, de uma forma soberba, que me encheu de orgulho.
Além de amigo e excelente apresentador, escreve também de uma forma soberba. Nos blogs do autor, ou no seu último livro "Histórias do Deserto", podem comprovar o que digo.

Eis o texto:


A escritora senta-se e escreve:

“- Tiago, tens que ir depressa buscar a Beatriz. A minha mãe não a foi buscar e eu não sei o que se passa, não consigo falar com ela. Vai buscá-la, que eu vou directa para casa da minha mãe.”

Algo se passa e a escritora descreve-o. A escritora pára de escrever e uma lágrima de memória traçou-lhe o rosto. A escritora continua a escrever e termina o seu conto: Traços do Destino. Dedica-o à sua mãe, falecida mãe.

Num outro dia, a escritora pensa:

“Não esperes por mim para jantar.” São: Acasos.
Mas não há verdadeiros acasos, pensa. Mas há acasos. Escreve.

Não sei se chovia, mas se chovia, chovia como nunca. A escritora exclamou na sua voz interior:

“… - Vês o que me obrigas a fazer?!?...” São: Fragmentos. De quê? Fragmentos de algo que se tentará colar peça a peça até concluir se valerá a pena.

A escritora continua e veste um: Vestido Vermelho. Olha-se ao espelho: “… Sentiu-se horrorizada. Estaria morta?...” Meu Deus, e se acontecesse? Sentou-se e escreveu. Sentiu um arrepio na espinha.

Escrever é uma: Vida de Luxo. Ou não? “… Estava linda, realmente linda e sorria feliz…” Continuou. O som das teclas, uma estranha simfonia.

Naquela noite estava frio. A escritora ajeitou a lenha a queimar-se na lareira. Olhou pela janela. Cair da Noite e da Vida, pareceu-lhe um bom título. “A noite caía devagar…” A lareira exalava calor como uma espécie de respiração.

Leu: A Carta, “… sentada na sua cama…”. Leu novamente. As virgulas, que fazer com elas? Leu-a mais uma vez, desta vez, “… com lágrimas nos olhos…”.

Escreveu. A escritora escreveu. Afectos, afectos diversos. Lembrou-se dele que “… a aguardava com um sorriso repleto de ternura.” E se escrevesse sobre isso? E se escrevesse sobre o contrário disso? Afinal tudo tem um lado contrário.

Ao fundo da folha, a escritora parou. Chega, pensou. Levantou-se. Na cozinha, fez um café. Voltou e na estante tirou um livro pequeno de Tolstoi, uma tradução de: A morte de Ivan Ilitch. Leu um pouco. Que pensaria Tolstoi ou mesmo Tchékov deste livro que acabara de escrever?

Voltou ao computador e emendou algumas vírgulas. Uma lágrima salgou-lhe o sabor. Acabou. Está pronto.

Dez. 09







Carlos Teixeira Luis
http://verderude.blogspot.com
http://estoriasdodeserto.blogspot.com




Tive a honra de apresentar este belo livro humano de contos de Vera Sousa Silva que bem conhecemos por cá. Traços do Destino, o seu título. Editado pela Temas Originais.
Como excelente livro que se preze, existe para ser lido.
Façam-no. Com calma e um sorriso.
Talvez tenha nascido uma contista que aqui dá os seus primeiros passos. Poetisa de sensibilidade única já o é.
Do Luso Poemas sai pérolas. Sem dúvida.





Obrigada por tudo Carlos! 

quarta-feira, dezembro 09, 2009

Vida na Internet!




Vem aí o livro da minha amiga Magda Pais. Uma amiga que eu adoro e da qual me orgulho todos os dias pelas mais variadas razões.
Vida na Internet é um livro a não perder! Apareçam Sábado e partilhem o momento especial!


E diz o convite:

A autora, Magda Luna Pais/Pedra Filosofal, e a Temas Originais têm o prazer de o convidar a estar presente na sessão de apresentação do livro “Vida na Internet” a ter lugar no Auditório do Campo Grande, 56, em Lisboa, no próximo dia 12 de Dezembro, pelas 19h. Obra e autora serão apresentados pelo Dr Ivo Dias de Sousa. A sessão contará ainda com momentos musicais por Sandra Rodrigues.



(...) Há vida na internet. Muito mais que a virtualidade do que se lá passa, há mesmo vida. Tudo foi concebido e pensado para nós, utilizadores, mas com imenso trabalho e dedicação, e, se hoje nos basta clicar num simples botãozinho para termos acesso ao mundo, falar com amigos reais ou virtuais, foi porque alguém passou de um sonho a uma realidade. Muitos dos que têm hoje blogues e partilham as suas artes em sites, bem o podem agradecer a Homens que idealizaram este mundo virtual. (...)

 
Vera Sousa Silva


(...) Encontramos, neste livro, diferentes realidades, abordadas pela autora, quer pela sua experiência pessoal, quer por experiências de terceiros, histórias diferenciadas e outras formas que o ser humano conquista para crescimento do seu ego, tentando passar a mensagem do risco deste mundo, correndo, ela própria, o risco de passar uma mensagem que pudesse ser lida de forma errada, ao escrever sobre um mundo gigantesco, como é o da Internet. (...)

Paulo Afonso Ramos


“Vida na Internet” é o primeiro livro autónomo de Magda Pais, que compila as experiências que a autora viveu, ou que lhe foram relatadas por terceiros, enquanto internauta e frequentadora assídua de blogues e sites de literatura, dando-nos a sua visão pessoal das realidades sociais associadas. Encontramos ainda, neste livro, algumas explicações técnicas, dadas de forma acessível, permitindo, ao leitor, esclarecer dúvidas ou levantar questões sobre as quais nunca terá pensado.

terça-feira, dezembro 01, 2009

Lançamento de Traços do Destino e outros contos





No passado sábado, 28 de Novembro, pelas 16 horas, foi o lançamento do meu livro "Traços do Destino e outros contos", ao mesmo tempo do livro "Quase do Feminino" do poeta António M. R. Martins. Deixo aqui algumas fotos do lançamento.


Quero aqui agradecer à editora Temas Originais, pela belíssima tarde que nos proporcionou, e ao escritor Carlos Teixeira Luís, que tão bem falou do meu livro, deixando-me ainda mais orgulhosa dele!


Um agradecimento especial ao Poeta Vítor Cintra, que assinou o prefácio do meu livro e a todos que estiveram presentes e ajudaram a que a tarde fosse ainda mais especial.


Agradeço também a todos que, embora sem estarem presentes fisicamente, me fizeram chegar mensagens de felicitações.


O meu livro "Traços do Destino e outros contos" pode ser encontrado numa destas  livrarias, ou pode pedi-lo para svera.silva@gmail.com


Obrigada a todos!




quarta-feira, novembro 18, 2009

Convite - Traços do Destino

Caros Amigos,
no próximo dia 28 de Novembro, pelas 16 horas, será o lançamento do meu novo livro "Traços do Destino", com duas novidades! A primeira, é de ser efectuado ao mesmo tempo com o poeta António M. R. Martins e o seu livro "Quase do Feminino". A outra... é que desta vez serão contos, que espero que todos gostem.
A editora é a Temas Originais, a quem muito agradeço desde já todo o trabalho de bastidores, e o duplo-lançamento será no Campo Grande, nº 56, em Lisboa.
Serei apresentada pelo escritor Carlos Teixeira Luís, que muito admiro e o António será apresentado por Catarina Boavida.
O meu prefácio foi feito por um Senhor, que muito admiro, por quem tenho um imenso carinho e que considero um dos melhores Poetas do Mundo - Vítor Cintra!
Tentaremos que seja uma tarde muito bem passada!
Se puderem aparecer, ficaria muito feliz com a vossa presença.
Obrigada a todos e até já

sábado, novembro 14, 2009

A Cá precisa de nós


Queres ser meu dador?

Sabes como? Não? Então vê o meu folheto, que está indicado nas notas de Novembro, com o nome "Folheto da Cá".
Caso necessites questionar algo mais, envia um email para:
carmenzitapine@hotmail.com
Beijinhos da Cá


Esta é a mensagem que nos salta à vista quando entramos no blog da
Carmenzita. Uma princesinha linda, de tenra idade, com uma doença que se chama Leucemia Mieloblástica Aguda (LAM).

A LAM é mais rara na criança, ao contrário do adulto, e os resultados
terapêuticos, embora tenham melhorado extraordinariamente, nas últimas
décadas, são ainda bastante inferiores aos da LAL (Leucemia Aguda Linfoblástica), com cerca de 65% de sobrevivência sem doença aos 5 anos.

O tratamento da LAM é mais intensivo, mas de menor duração (4-6 meses). Inclui, com raras excepções, o transplante de progenitores hematopoiéticos de dadorfamiliar. A identificação de factores de prognóstico, constitui também a base do tratamento da LAM (quimioterapia versus transplante de
progenitores hematopoiéticos).

Para que esta princesinha possa continuar a sorrir precisa de um transplante de medula e para que encontre um dador compatível precisa de todos nós.

O transplante de medula óssea não custa nada! Uma colheita de sangue, que é filtrado e depois devolvido (processo muito semelhante a uma dádiva de sangue), ou então por captação por punção lombar (o que requer algumas horas de internamento, pois é feito com anestesia, mas que é raramente utilizado).

Todas as pessoas saudáveis que tenham entre 18 e 45 anos podem inscrever-se pela primeira vez como voluntários para a dádiva de medula óssea. A dádiva pode ser feita até aos 55 anos se não houver doenças inter correntes que a contra-indiquem. Quando uma pessoa se inscreve pela primeira vez deve fazê-lo até aos 45 anos.
A forma de testar a compatibilidade é somente pela colheita de uma pequena amostra de sangue.
Não custa nada, não dói, e pode-se salvar uma Vida!

Para ver a ficha de inscrição clique AQUI


E os serviços que inscrevem dadores de medula óssea (CEDACE) AQUI


Inscreva-se, dê. Há certamente um centro pertinho de casa e vale a pena vermos a Cá sorrir. Ela e tantas outras crianças maravilhosas!




sexta-feira, novembro 13, 2009

Amanhã, com a Temas Originais


A Presidente da Câmara Municipal de Setúbal, Maria das Dores Meira, a APPACDM - Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (Setúbal), e a Temas Originais têm o prazer de o convidar a estar presente na sessão de lançamento do livro “Aprender Contigo - Três Anos de Poesia (2006 - 2008)”, a ter lugar no Salão Nobre da Câmara Municipal de Setúbal, no próximo dia 14 de Novembro, pelas 15:00. Nesta sessão ocorrerá a Cerimónia de Entrega de Prémios do XIV Concurso de Poesia e IV Concurso Comunidade Escolar e Exposição de pintura a cargo da Galeria/Oficina "Arte & Imaginação".






O autor, Bruno Miguel Resende e a Temas Originais têm o prazer de o convidar a estar presente na sessão de lançamento do livro “Khaos Poeticum” a ter lugar no Ateneu Comercial do Porto, sito na Rua Passos Manuel, 44, Porto, no próximo dia 14 de Novembro, pelas 16:00.
Obra e autor serão apresentados pelo poeta Xavier Zarco e esta sessão contará com a leitura de poemas por Anaas e Tarnaa.

Se puder, apareça!

terça-feira, novembro 03, 2009

Os olhos


São meus olhos que te amam.
Quedam-se em tentação perante teu corpo
e ajoelham-se à tua voz.

Não sou eu!
Nunca fui eu quem te amou
nas ardências das lágrimas,
nos soluços dos gritos.

Foram eles - os olhos!
Traiçoeiros do meu ser extinto,
monólogo dos meus lábios
silenciosos...

São eles, os olhos,
que te amam assim

loucamente!

Vera Sousa Silva




domingo, novembro 01, 2009

Corpo de Corcel, de Cristina Pinheiro Moita


O Presidente da Junta de Freguesia de Vila Franca de Xira, José Fidalgo, a autora, Cristina Pinheiro Moita, e a Temas Originais têm o prazer de o convidar a estar presente na sessão de apresentação do livro “Corpo de Corcel” a ter lugar no Auditório da Junta de Freguesia de Vila Franca de Xira, sito na Rua Dr. Vasco Moniz, 27/29, Vila Franca de Xira, no próximo dia 7 de Novembro, pelas 16:00. Obra e autora serão apresentadas pela poetisa Vera Sousa Silva. Esta sessão contará com o leitura de poemas pela Prof.ª Ermelinda Caetano e pelo poeta António MR Martins.


Conheçam todos os próximos eventos da editora no site Temas Originais


quinta-feira, outubro 08, 2009

Sábado de (Boa) Poesia

Queridos Amigos,

A Temas Originais tem o prazer de o convidar a estar presente na “1.ª Tertúlia Temas Originais”, a ter lugar no Auditório do Campo Grande, 56, em Lisboa, no próximo dia 10 de Outubro, pelas 15:00.
Este evento contará com a presença especial do poeta e declamador Roberto Durão.
Estão todos convidados para partilharem um bonito momento de poesia, com tranquilidade e entre amigos.



e ainda,


Os autores, Vítor Cintra e Xavier Zarco, e a Temas Originais têm o prazer de o convidar a estar presente na sessão de lançamento dos livros “Entre o Longe e o Distante” e “Coimbra ao som da água”, a ter lugar no Auditório do Campo Grande, 56, Lisboa, no próximo dia 10 de Outubro, pelas 18:00.

Obras e autores serão apresentados pelos poetas Paulo Afonso Ramos e António MR Martins, respectivamente.




Saiba mais em:
http://www.temas-originais.pt/

terça-feira, agosto 25, 2009

Homem-Anjo



Tu, Homem-anjo,

que adornas a pele de estrelas

e fazes da lua teu ninho,

segue, leve, teu caminho,

pisando as pedras mais belas

enquanto tocas teu banjo.


De perto te seguirei,

cuidando que teu andar

seja seguro e poderoso,

sejas tu sempre amoroso,

Homem-anjo a abençoar

o Mundo em que és Rei!



Vera Sousa Silva

sexta-feira, agosto 21, 2009

És só meu!



Silencio o tempo
Em cascatas de sons
Num tropeço regular
De cadências e quimeras.

Anoiteço melodiosa
Na espera pesada
Empunhando espadas,
Combatendo as badaladas
Do relógio que te grita
A ausência.

Desembaraço os nós
Da distância sórdida
E mergulho-te na alma,
Abraçando-a, tomando-a,
E por instantes…

… és só meu!

Vera Sousa Silva

sábado, julho 04, 2009

Momentos de prazer, vida de dor

Imagem de Isabel Filipe


Foi só uma vez…

Entreguei o meu corpo
Ao prazer do momento
E vida aconteceu
Invadindo-me o ser
E arruinando-me a existência,
Deixando-me podre,
Cansada,
E guardiã
De infecções oportunistas.

Foi só uma vez…

Partilhei a seringa
Repleta do branco
Que me alucinava a vida
E a tornava mais fácil,
Com o meu melhor amigo,
Num beco limpo
Da nossa secreta intimidade.

Foi só uma vez…

Eu zelava por mim
Com desvelo e lucidez
Mas achava-me imune…

Foi só uma vez
E aconteceu…

Vera Sousa Silva

sexta-feira, junho 26, 2009

Sábado, na Casa do Alentejo



O autor, José-Augusto de Carvalho, e a Temas Originais têm o prazer de o convidar a estar presente na sessão de lançamento do livro “Do Mar e de Nós”, a ter lugar na Casa do Alentejo, Rua Portas de Santo Antão, 58, Lisboa, no próximo dia 27 de Junho, pelas 16:00. Obra e autor serão apresentados por Xavier Zarco.

O autor, Gonçalo B. de Sousa, e a Temas Originais têm o prazer de o convidar a estar presente na sessão de lançamento do livro “Canção do Exílio”, a ter lugar na Casa do Alentejo, Rua Portas de Santo Antão, 58, Lisboa, no próximo dia 27 de Junho, pelas 19:00. Obra e autor serão apresentados por José Félix.



segunda-feira, junho 22, 2009

Ciúmes



Impiedosamente lanças o grito
e destróis-me com a vaidade
do teu ego desmedido,
lançando olhares e gentilezas,
palavras e graças
que m’atraiçoam.

Enquanto ardo na fogueira
que ateei com despeito,
rogo para que as chamas
te queimem o orgulho
e que os desvios dos caminhos
te tragam tão somente a mim.

A cegueira que m’atinge
levanta o punhal
e crava-to no peito!

Vera Sousa Silva

quinta-feira, junho 18, 2009

Convite para inauguração da nova Biblioteca na Amadora


No próximo dia 19 de Junho, pelas 17.30h, é inaugurada a nova Biblioteca Municipal Fernando Piteira Santos.
Esta biblioteca é um espaço de cultura e convívio, que se quer partilhado por todos. Além da normal actividade de uma biblioteca – disponibilização de periódicos, sala de leitura e multimédia, pretende-se igualmente reforçar uma actividade que vinha já sendo desenvolvida na antiga Biblioteca Municipal: a promoção de actividades, principalmente junto dos mais novos, que promovam o gosto e o interesse pela leitura e pelos livros.

Na mesma ocasião, e no mesmo local, é inaugurada a exposição colectiva de escultura ao ar livre EsculturaLivre. Esta mostra, que se irá manter até ao dia 31 de Dezembro, é mais uma aposta na promoção da cultura, trazendo-a junto das pessoas, e conta com grandes nomes do panorama artístico nacional e internacional.

No interior da Biblioteca Municipal Fernando Piteira Santos, será inaugurado o Painel de Azulejos de Manuel Cargaleiro e a exposição “Fernando Piteira Santos – Português, Cidadão do Século XX”.

Apareçam! A Amadora merece!


Morada: Av. Conde Castro Guimarães, freguesia da Reboleira, em frente à Academia Militar

domingo, junho 14, 2009

Decifra-me



Que importa meu rosto
Se é nas palavras
Que me encontras?
Que importa meu corpo
Se é nos versos
Que me revelo?
Decifra-me num Poema
E encontra-me aí...
Vera Sousa Silva

sábado, junho 13, 2009

Uma tarde de sábado especial


O autor, Miguel Cardoso Pereira e a Temas Originais, têm o prazer de o convidar a estar presente na sessão de lançamento do livro “Amor dos Babuínos”, a ter lugar no Auditório sito ao Campo Grande, 56, Lisboa, no próximo dia 13 de Junho, pelas 14:00.
Obra e autor serão apresentadas pelo jornalista Vítor Serpa.
Miguel Cardoso Pereira nasceu em 1980, no Campo Grande, em Lisboa. Frequentou o curso de Filosofia da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e formou-se em Comunicação Social na Universidade Nova de Lisboa. É jornalista de A BOLA desde 1999. Tem passado a vida entre a capital e Almada, vive no Tejo, onde aliás aprendeu a nadar. 'Amor dos Babuínos' é o seu primeiro romance.


O autor, António Boavida Pinheiro e a Temas Originais, têm o prazer de o convidar a estar presente na sessão de lançamento do livro “Cem Poemas... Diversos”, a ter lugar no Auditório sito ao Campo Grande, 56, Lisboa, no próximo dia 13 de Junho, pelas 18:00.
Obra e autor serão apresentadas pelo poeta Xavier Zarco.
António dos Santos Boavida Pinheiro, nasceu a 7 de Novembro de 1934, em Alverca do Ribatejo, no seio de uma família modesta, oriunda de duas aldeias «raianas» da Beira Baixa: Rosmaninhal e Zebreira… Foi toda a sua vida um estudioso “nato”, tendo começado nos «Pupilos do Exército» onde tirou o Curso Complementar de Comércio e o Curso de Perito Contabilista, o que lhe permitiu acumular no seu currículo várias Licenciaturas e Mestrados, para além de outros cursos, em Portugal e no Estrangeiro…, por duas vezes ensaiou mesmo o Doutoramento, tendo-se quedado pela frequência com aproveitamento de um curso de nível equivalente… Tudo isto lhe proporcionou uma formação diversificada em várias especializações, académicas e profissionais, nomeadamente as de Antropólogo e de Sociólogo, entre outras… A sua “queda” para as «rimas» já vem desde os tempos de jovem, então ainda aluno dos Pupilos do Exército, do que poderemos referir ser de sua autoria a letra da «marcha dos finalistas» de 1952, assim como diversos poemas a ilustrarem as caricaturas de inúmeros condiscípulos, nos academicamente tradicionais «livros de curso»… A actividade profissional, nunca lhe proporcionou a disponibilidade de tempo, para publicar a sua poesia, que sempre foi produzindo e ficando na “gaveta”… salvo um ou outro poema com que foi participando em revistas e/ou jornais… Com a chegada da aposentação o tempo ficou mais livre… e assim desde Setembro último, que vem participando em «concursos literários» e «jogos florais», em Portugal e no Brasil, tendo sido já reconhecido, entretanto, com a atribuição de mais de uma dezena de «prémios» e «menções honrosas»… Desde 12 de Dezembro de 2008, que aderiu à Família da Luso-Poemas, em cujo sítio da Internet já publicou mais de meia centena de poemas, e onde conta com um grande número de Amigos/as, cujo entusiasmo e apoio, lhe deram coragem para vir a lume, libertar para os outros, esta centena de poemas, que dão forma ao presente livro…

quarta-feira, junho 03, 2009

Cleo e José Torres em Lisboa, no Sábado

O autor, José Ilídio Torres e a Temas Originais têm o prazer de o convidar a estar presente na sessão de lançamento do livro “Diário de Maria Cura”, a ter lugar no Auditório sito ao Campo Grande, 56, Lisboa, no próximo dia 6 de Junho, pelas 16:00.
Esta sessão contará com impressões sobre a obra de Lurdes Dias (Cleo), Magda Pais e Vera Sousa Silva: três mulheres à volta de um livro.
e...


A autora, Lurdes Dias (Cleo) e a Temas Originais têm o prazer de o convidar a estar presente na sessão de lançamento do livro “In Pulsos”, a ter lugar no Auditório sito ao Campo Grande, 56, Lisboa, no próximo dia 6 de Junho, pelas 19:00.
Obra e autora serão apresentadas pela escritora Mel de Carvalho.

Nascida em Lisboa, é numa pequena aldeia (Pai das Donas, Arganil) que passa a sua infância e adolescência em permanente contacto com a natureza no seu estado mais puro. Frequentou a Esc.Sec. de Arganil até ao 9º ano. Mais tarde, regressa a Lisboa, mas sempre com a sua alma presa ao campo, que lhe marcou uma etapa importante da vida. Com a descoberta das novas tecnologias e das ferramentas que as mesmas lhe davam para abraçar o mundo, não hesitou e começou a dar vida a um outro “eu” que habitava dentro de si, mas que até então desconhecia… Criou o seu primeiro blogue na Internet, chamado ECOS, e se mostrou ao mundo sob o “nick” de medusa, começando assim uma caminhada fascinante pelo mundo das letras. Mais tarde conheceu alguns sites de poesia e ingressou neles, partilhando os seus escritos singelos, e que ao mesmo tempo ia publicando no seu blogue principal, IMPULSOS (http://impulsosdalma.blogspot.com). Participou em algumas publicações colectivas, mais precisamente nos livros: “A Arte pela Escrita”, “Colectânea 2008 Luso Poemas” e “Nas Águas do Verso”, todas elas promovidas pelos sites de que faz parte, Luso Poemas e EscritArtes. É conhecida no mundo cibernauta pelo nome de Cleo e do qual não se pode desligar, por fazer parte de si mesma.

Após o lançamento do livro haverá um jantar no mesmo local, para todos que queiram participar!

segunda-feira, junho 01, 2009

Sou criança


Hoje soltei as amarras do pensamento e ergui bem alto a bandeira da Paz!
Não quero saber de guerras nem de lágrimas, de crianças órfãs, de membros mutilados, de mortos estendidos pelas estradas... Que se mate quem as faz, quem as provoca, quem cria armas mortais!
Não me importa se a América está em crise e leva o resto do Mundo com ela, num abismo absoluto da qual não vemos saída. Mate-se quem gere desta forma vergonhosa o nosso dinheiro, quem nos enfia nesta perigosa curva sem fim à vista e deixem-nos trabalhar, produzir e comer o nosso pão.
Deixem-nos Viver!
Hoje sou criança e quero a inocência que lhes pertence, quero desconhecer a podridão que me rodeia, quero esquecer que existem Homens cruéis, capazes de tirar uma vida, capazes de excomungar vítimas, capazes de torturas e mutilações.
Hoje sou criança e quero um Mundo onde as pombas brancas esvoacem graciosamente, onde as borboletas nos pousem no nariz e onde saibamos sorrir com vontade. Onde podemos caminhar descalços sem medo de pisar lixo ou armadilhas de qualquer espécie, onde o mar é azul e límpidos e as águas dos rios cantam músicas de embalar às flores plantadas nas margens.
Hoje soltei as amarras do pensamento e brinquei feliz num mundo muito melhor!

Vera Sousa Silva

quinta-feira, maio 28, 2009

José Félix e Paulo Afonso Ramos em Lisboa


O autor, José Félix e a Temas Originais, têm o prazer de o convidar a estar presente na sessão de lançamento do livro: "Teoria do Esquecimento", a ter lugar no Auditório sito ao Campo Grande, 56, Lisboa, no próximo dia 30 de Maio, pelas 16:00.
Obra e autor serão apresentados pelo poeta Rui Sousa




O autor, Paulo Afonso Ramos e a Temas Originais têm o prazer de o convidar a estar presente na sessão de apresentação do livro “Caminho da Vontade”, a ter lugar no auditório sito a Campo Grande n.º 56, Lisboa, no próximo dia 30 de Maio pelas 19.00 horas.

Obra e autor serão apresentados pela Dr.ª Conceição Matos.
A sessão contará com a presença de Inês Ramos, que declamará alguns poemas deste tomo.

Depois dos lançamentos haverá um jantar, que rondará o valor de 12,50 Euros, para quem quiser participar. Pode confirmar a presença para svera.silva@gmail.com
Há também a possibilidade de, quem quiser, almoçar no mesmo local.

Se puder, apareça!

sexta-feira, maio 22, 2009

Coberta de negro


Cobre-se de negro a face pálida…
Perdem-se as palavras
No vazio do silêncio,
E escondem-se as mãos
Em bolsos sem fundo,
Algemadas pela dor da saudade.

Acorrentam-se sentimentos
A sombras tenebrosas,
Omitem-se palavras e gestos
E esvazia-se a alma em chamas
Num
vácuo obscuro
Onde nem a luz penetra.

Vem a morte deitar-se na cama
Tomando o ensejo da cobiça.

Deixo-me estar, invadida e resoluta,
Até que me sorva integralmente,
Sem contestar,
Embriagada pela condolência
E navego no instante da futilidade
Intoxicada pelo teu veneno.

Sou perversidade sem palavras
Exigindo a morte silenciosamente.


Vera Sousa Silva


sexta-feira, maio 15, 2009

Há a Palavra


Há a palavra
Embutida no vazio,
Castrada do sentido
E mergulhada
Na cegueira.

Há o gesto simples
De ternura
Na fé oca e dura,
Pérfida na dualidade
Dos jogadores.

Há o engano
E a artificialidade
No lirismo insonoro
Na composição
Intrigada de reticências.

Há as bocas abertas
De espanto,
A consternação aflita
E o prurido que morde
A face, no esconderijo.

E há a Palavra
Viva e capaz,
O verso perfeito
Que espera em silêncio
A sua hora…

Vera Sousa Silva

segunda-feira, maio 11, 2009

Estúdio Raposa vítima de roubo


Como certamente todos sabem, o Estúdio Raposa, do Luís Gaspar, oferece a todos quantos gostam de poesia e literatura, um trabalho ímpar, quer através da leitura dos trabalhos de diversos autores (consagrados e mais ou menos anónimos), quer através da divulgação, sempre em prol da cultura, sem qualquer lucro.
Foi com pesar que recebi este mail, que transcrevo abaixo, do Luís Gaspar. Agradeço a todos que denunciem. Isto é Plágio, Roubo e sem qualificação possível.

"Chegou ao meu conhecimento, há poucos dias, que uma empresa está a comercializar ringtones (toques de telemóvel) utilizando para o efeito TODOS os programas disponibilizados neste audioblogue. A cobrança do serviço (4 euros por semana) é feita pela Vodafone, TMN e Optimus, pelo que estas empresas são coniventes nesta acção ilegal dado que nunca dei qualquer autorização para que tais trabalhos fossem vendidos fosse de que forma fosse. Nem tal poderia fazer porque também vítimas deste embuste são, naturalmente, todos os autores que me têm cedido os seus trabalhos graciosamente. Na medida das minhas possibilidades estou a tentar travar esta vigarice assim como a responsabilizar os autores por este roubo de propriedade intelectual.
Daqui aviso (e peço que passem palavra): não adquiram ringtones a uma firma denominada Polytones ou BeMp3. Pessoa do meu conhecimento que, enganada, subscreveu o serviço, viu ao saldo do seu telemóvel, ser retirado (acção da Vodafone) 8 euros e de ringtone… nada! Cuidado! Trata-se de um embuste!"


sábado, maio 09, 2009

Pedaços do Meu Sentir, de Vítor Cintra


Vítor Cintra nasceu em Sintra, a 11 de Janeiro de 1941.
Os seus primeiros poemas datam dos anos 50, quando, estudante liceal, descobriu a sua paixão pelas letras.
Ainda como trabalhador-estudante foi chamado para serviço militar. Mobilizado, embarcou para Moçambique e ali cumpriu, como sargento miliciano, de 1963 a 1966. Só após o serviço militar completou a sua formação na área de Contabilidade, sendo Técnico Oficial de Contas e residindo actualmente em Mafra.
Tem um blog, Um Poema de Vez em Quando, que aconselho, onde além de publicar alguns dos seus maravilhosos poemas, opina sobre vários assuntos que a todos dizem respeito.
Outra das suas grandes paixões é a fotografia, e no seu blog A Fotografia podem observar alguns dos seus trabalhos.
Vítor Cintra é, além de um grande Poeta, um Amigo extraordinário e um ser humano que vale a pena conhecer.
No próximo dia 16 de Maio, às 19,00 horas, no Auditório do Campo Grande, nº 56, em Lisboa, será apresentado o novo livro de poemas Pedaços do Meu Sentir, publicado sob a chancela da editora Temas Originais, Lda.
O livro, em cuja capa se reproduz uma tela da pintora Alvani Borges, tem prefácio do poeta António Paiva e será apresentado pelo poeta Xavier Zarco.

sexta-feira, maio 01, 2009

Histórias do Deserto, de Carlos Teixeira Luís



Trazes-te

Num dia de ventania
Trazes-te nua e submissa
Dentro de uma capa desenhada
Por uma criança
Trazes-te poema
Dentro dum coração
Que ritma tempestades

Sou eu que te vejo
E imagino
E acordo os olhos
Para te beber
És minha
Ou só sabes os compassos
Da viagem?

Velejas em direcção
Ao céu
Ou apenas voas
Como queres
Sem respirar do sangue
De Deus?
Vá, diz-me.

de Carlos Teixeira Luís


O autor, Carlos Teixeira Luis e a editora Atelier de Produção Editorial convidam V. Exa. a assistir ao lançamento do livro “Histórias do Deserto”, no dia 8 de Maio pelas 19 horas, no auditório da Biblioteca Municipal Orlando Ribeiro, no Antigo Solar da Nora, Estrada de Telheiras, 146, em Telheiras, Lisboa (junto à saída da estação de metro: Telheiras).
A apresentação será feita pelos poetas António MR Martins e Vera Silva.
“Histórias do Deserto” é um livro misto de poesia, contos e pequenos textos.

O tema: a vida citadina, os subúrbios e as travessias dos desertos particulares e colectivos.
Estão todos convidados!

quarta-feira, abril 29, 2009

Pressinto-te, Morte

Pressinto-te Morte, em espasmos de pranto,

Numa dor que sangra em fogo

Pesado, que m’esventra

E insuportavelmente m’alegra

Na chegada tranquila,

Em passos que ceifam almas

À passagem, e avança lenta

Na minha direcção.


(ah meu amado, se viesses ainda

a tempo da salvação

com lábios de feiticeiro)


Sou corpo aniquilado

Com alma que jaz, oculta

Entre promessas de amor eterno,

E já moribunda, pronuncio

Teu nome e rogo-te afincadamente

Que me leves daqui,

Onde a vida m’esbofeteia

Em cada esquina

Sem lágrimas nem contemplações.


(e como as trevas são tão mais belas

E mais puras que a imundice

Com que teus olhos m’enxergam)


Sorrirás perante a visão do cadáver

Em misto de alívio e conforto,

Num contentamento sublime

E merecedor, e a respiração

Segura caminhará nas portas

Do poema, escancaradas em ouro

Puro, para te receber

Com vénias serviçais.


Vera Sousa Silva


terça-feira, abril 28, 2009

Convite - 7 Pecados

Convite

Site Oficial:
www.7pecados.blogtok.com

A antologia

Antologia (ανθολογ¯α ou "coleção de flores", em grego), é uma coleção de trabalhos literários, geralmente poemas, agrupados por temática, autoria ou período.
A palavra vem do nome da mais antiga antologia que se tem conhecimento, organizada pelo poeta grego Meléagro.

Sites/Entidades promotoras:

BlogTok + Associação às-artes + Assoc. X + Núcleo MIL de Barcelos

www.blogtok.com
www.as-artes.blogtok.com
www.silaba.org
www.movimentolusofono.blogtok.com

Brevemente novas entidades darão corpo a este projecto.
Você está convidado a participar do ciclo poético consagrado aos 7 Pecados Capitais
Um projecto Lusófono.

Ciclo poético dos 7 Pecados Capitais

Os 7 Pecados Capitais:
Vaidade-Avareza-Ira-Preguiça-Luxúria-Inveja-Gula + Pecados

Serão 7 os Ciclos, conforme acima exposto.
Após o "término" destes ciclos avançaremos para a Publicação da Antologia

Critérios de participação

Dados necessários para participação virtual nos Ciclos

1- Local de nascimento, cidade.
2- Enviar até máximo de 3 poemas sobre cada ciclo.
3- Podem/devem enviar uma foto por poema ou escolher as pinturas indicadas dos artistas participantes.
4- Cada ciclo será divulgado na internet em site próprio assim como nos sites das entidades/promotores.
5- Os ciclos poéticos serão divulgados, preferencialmente em site próprio, no BlogTok, Às-Artes e em diversos sites.

Obrigatório para Publicar na Antologia "Pecados":

1- Deverá mandar perfil com foto e email
2- Escolha de 1 poema para publicação

Antologia: (Publicação em Livro)

Os 7 Pecados Capitais:
Vaidade-Avareza-Ira-Preguiça-Luxúria-Inveja-Gula

É uma produção Lusofona de cariz preferêncalmente virtual.


Depois de cumpridos os 7 ciclos, faremos uma ANTOLOGIA dedicada aos mesmos
Cujo tema serão os “Os 7 pecados capitais”.

Esta antologia será impressa em papel (LIvro) e cada autor participará da mesma com
1 texto (poesia) à sua escolha. Pode ser texto geral dedicado aos 7 pecados em conjunto

A Antologia será paga da seguinte forma:
(participação facultativa)

Cada autor pagará o valor simbólico do custo de um Livro que lhe será entregue ao domicilio. O valor a pagar será o menor possível visto que este é um projecto de todos e para todos sem qualquer fim lucrativo da parte do mesmo. Tudo faremos para apresentar um preço base bastante simbólico e procuraremos patrocinadores para o efeito.
O autor não é obrigado a participar da mesma visto que é um acto livre e pessoal.
Participar nos Ciclos não obriga a participar na Antologia. Nem é obrigatório participar em todos os ciclos

Forma de entrega dos textos:

Para QUALQUER dos seguintes emails:

giselemos@yahoo.com.br
ibernise@hotmail.com
jsl@blogtok.com
flaviolopesdasilva@sapo.pt
joseilidiotorres@sapo.pt

Outros a divulgar brevemente

Atenção:
Faremos revisão dos textos dentro do humanamente possível. Não faremos críticas, exclusão ou qualquer forma de censura.
Cada um deve-se responsabilizar pelos textos enviados.
Revisão e digitação, ficarão por conta dos autores dos poemas.
Faremos a diagramação e a respectiva a capa.
A postagem do texto nos sites promotores assim como em diversos Blogs de autores
Opiniões e outras questões não discutidas aqui, podem ser enviadas por email.

Distribuição futura por eBook, PDF, Word, etc dos livros virtuais afectos a cada ciclo

Agradecemos e aguardamos

Um projecto Lusofono

Artistas participantes:

http://afmach.blogtok.com/
http://kuak.blogtok.com/
http://martinlaspina.blogtok.com/
http://raspinja.blogtok.com/
http://stvnski.blogtok.com/
http://uamusse.blogtok.com/
http://yoko.blogtok.com/
http://pedroildo.blogtok.com/

e outros artistas presentes no BlogTok.com

Brevemente mais participantes
Quem desejar participar pode enviar email para o efeito

PARTICIPA

Site Oficial
www.7pecados.blogtok.com

Estes ciclos serão intermináveis. Estarão expostos na Internet e abertos a participação para quem assim desejar:

Inscreve-te e publica. Se não consegues fazer isso envia mail para a nossa equipa.