domingo, abril 06, 2008

Palavras secretas


Só as estrelas me tocam
Nas vagas do tempo que está para vir,
E na preciosidade das palavras secretas
Escondo-me e apago-me
Sem mais gestos clandestinos
E sem a avidez dos sentidos.
O sal queima-me a pele
E as letras a boca quente.
E lanço-me ao vazio vago da escuridão,
Num sonho e num desejo,
Envoltos em liliáceas
Com que me cubro
E espero...
Espero-te...

Vera Silva
Enviar um comentário