terça-feira, julho 01, 2008

XI Concurso Luso-Poemas - Vinho Quente


Apresento-vos o poema "Vinho Quente", com que venci (sim, sim, não sei como, mas venci mesmo) o XI Concurso Luso-Poemas, sob o tema “O Vinho”!


Vinho Quente


Escorregas em mim quente,

Doce.

Adivinho-te pelo odor puro,

Frutado.

E apeteces-me…

Tua cor de sangue desperta-me o desejo

De te ter assim meu, nosso…

Ardente,

Quente!

Não te bebo,

Saboreio-te na lucidez da noite,

Brindo à lua que se despe devagar,

Pálida, invejosa.

Mas és só meu e escorregas em mim…

Quente,

Ardente…


Vera Sousa Silva
Enviar um comentário