sexta-feira, setembro 29, 2006

Desapontamentos e Sorrisos


Quantas vezes esperamos que alguém dê valor ao que fazemos, ao que pensamos, ao nosso trabalho, às nossas atitudes, aos nossos pensamentos? Quantas vezes esperamos que nos valorizem? E depois descobrimos que quer façamos tudo bem ou tudo mal, a resposta é sempre a mesma; ninguém nos dá valor. Ou pelo menos o valor que merecemos, o valor que queremos… Como seria bom que aquela pessoa especial nos desse a mão quando precisamos, nos desse um abraço, nos olhasse com aquele olhar que diz tudo? Mas muitas vezes esperamos em vão… Umas vezes vamo-nos abaixo, choramos de revolta, gritamos, sentimo-nos injustiçados… outras sorrimos e seguimos em frente, sem olhar para trás, por mais difícil que isso seja, por mais que o nosso coração chore…. A verdade é que chegamos à conclusão que não podemos contar com ninguém, além de nós próprios… ou que podemos contar com poucos, ou que podemos contar com alguém que não esperávamos… Realmente o que interessa é seguir em frente. Tentar fazer o bem, tentar sorrir, ajudar um amigo, mostrar disponibilidade, sermos o melhor que conseguirmos, sem esperarmos nada em troca! Mesmo que a troca fosse um simples sorriso que nos enchesse o coração. Um sorriso custa tão pouco, é tão simples de dar, e enche sempre o coração de alguém. Por isso, se não conseguem ou não vêm necessidade de dizer “obrigada”, de dar um beijo ou um abraço… sorriam sempre! Vão de certeza encher o coração de alguém!
Enviar um comentário