domingo, janeiro 28, 2007

Voa, voa!


Voa, meu amor voa!
Abre as asas ao vento…
Ficarei eu chorando,
Contigo no pensamento.

Voa, agora livre, vai!
Descobre a terra e o mar…
As saudades ficam comigo,
As lágrimas vão-me amparar.

Voa, agora com a tua alma,
Que tanto me amou em vida…
Eu aceno-te com o lenço
Nesta triste despedida.

Voa, meu papagaio lindo!
Beija as estrelas por mim…
Eu sei que me esperarás
Quando eu chegar ao fim.

Voa, voa Louro!
Enviar um comentário