quarta-feira, outubro 04, 2006

Despedida


Sentada numa rocha junto ao mar,
Chorei triste a minha vida,
Porque custa sempre dizer adeus
Na hora da despedida.

Sei que em breve partirei
E custa-me deixar-vos desprotegidos,
Mas espero poder ser o anjo
De todos os que me são queridos.

No dia da minha partida
Podem todos olhar para o céu.
Se virem uma nova estrela, brilhante,
Saberão todos que sou eu!
Enviar um comentário