terça-feira, outubro 03, 2006

Lua


Lua feiticeira,
Que brilhas no céu infinito,
Não ouses tu esconder-te.
Ouve o meu grito.

Brilha em lua cheia
Como só tu sabes fazer.
Não me abandones tu agora,
Quando eu estou a sofrer.

Puxa-me com uma corda,
Leva-me para perto de ti,
Só tu ouves minhas preces
E és testemunha do que vivi.

Quando eu estiver contigo
Apaga toda a tua luz,
Para que ninguém me encontre,
Já nada no mundo me seduz.
Enviar um comentário